• A origem dos Tripeiros

      Lenda dos Tripeiros 

      
         Os estaleiros do porto construíam naus  para uma encomenda do reino mas que para a qual se desconhecia a destinação, assim corriam muitos boatos sobre  a utilização futura desta frota,  foi mesmo questão de ser utilizada para o casamento dos príncipes do reino. Certo dia, o Infante D. Henrique  veio  ao Porto para ver o avançamento da construção naval dos barcos .  
    O Infante visitou os estaleiros e apreciou o trabalho que aí se fazia , confiando no  mestre  encarregado das obras "mestre Vaz",  disse-lhe que essas embarcações se destinavam à conquista de Ceuta, para isso lhe pedia de guardar segredo e de motivar os homens a mais empenho e sacrifícios a fim de levar a bem essa obra.  
    O mestre Vaz  assegurou-lhe  que faria tudo que fosse possível e  faria mesmo a mesma coisa que fizeram  anos a trás, quando as guerras com Castela: o povo do porto, Comeram tripas para poderem dar a carne aos soldados que combatiam os castelhanos.  Por este sacrifício  as gentes do Porto eram mesmo  conhecidos pela alcunha de "tripeiros".  
    O Infante  D. Henrique ficou tão impressionado  e emocionado pelo gesto  que honrava este povo, e disse  que  esse nome de "tripeiros" entraria à historia de Portugal como um sacrifício heróico e invulgar do povo do Porto. 

    Dos estaleiros dos " tripeiros" do Porto, saíram 20 naus e 7 galés que participaram a grande frota do Infante D. Henrique , que conquistaram Ceuta. 

    Para relembrar essa tradição, até hoje perdura como o mais famoso símbolo da culinária local portuense o prato de "Tripas à Moda do Porto".

    A origem dos Tripeiros


  • Commentaires

    Aucun commentaire pour le moment

    Suivre le flux RSS des commentaires


    Ajouter un commentaire

    Nom / Pseudo :

    E-mail (facultatif) :

    Site Web (facultatif) :

    Commentaire :